Morada: Vales de Vimioso +351 273 511 254

Residência Criativa em Vimioso

Residência Criativa em Vimioso

Repensar a funcionalidade do artesanato local: do rural para o urbano

No âmbito do projeto de valorização territorial “Vales de Vimioso”, o município de Vimioso organiza, nos dias 11 e 12 de maio, uma “Residência Criativa”.
Um grupo de jovens criativos, que se dedicam às artes do design e da imagem, vêm a Vimioso conhecer o artesanato local, sentir e tentar perceber junto dos artesãos como nasce cada peça, com o intuito de “recriar” esse artesanato sem mexer na essência da sua criação, sem ferir a tradição.
A ideia é pensar numa nova funcionalidade para o artesanato.
As artes manuais foram surgindo ao longo da história para satisfazer necessidades do quotidiano, no nosso território, muito associadas à ruralidade, à agricultura.
Os escrinhos, por exemplo, serviam para guardar e conservar alimentos, em tempos em que não havia melhores soluções. Também para guardar sementes e produtos agrícolas. Hoje são usados, essencialmente, como peças decorativas.
O desafio que colocamos aos criativos é que repensem este conceito, que nos apontem novas funcionalidades, que lhes confiram um cariz mais urbano.
Esta residência serve para os criativos sentirem o território mas também para que o território sinta como pensam os jovens criadores, como olham para as artes manuais ancestrais. No fundo, uma partilha de conhecimento, onde também existe a preocupação de deixar novas perspetivas de valorização através da imagem, de abrir novos canais de comercialização.
E criando uma nova perspetiva de pensar e trabalhar o artesanato, esta arte pode ser apresentada de forma mais sedutora, com mais garantias de rentabilidade e de realização pessoal, aos jovens, para que deem continuidade a algumas destas artes ancestrais e com isso criem o próprio posto de trabalho, sem necessidade de abandonar o território.
Esta ação culmina no dia 25 de maio, sábado, quando os criativos regressam a Vimioso para apresentarem os trabalhos finais, as propostas que fazem ao concelho e aos seus artesãos, para que possam fazer evoluir o design das peças que criam.
O tema central desta iniciativa é a transformação do conceito, do rural para o urbano, uma vez que o modo de vida urbano é dominante na sociedade atual, adotado também por aqueles que vivem em zonas rurais.

Esta iniciativa está integrada no projeto “RIOS SABOR E MAÇAS – VALORIZAÇÃO DA EXCELÊNCIA DO PATRIMÓNIO NATURAL DOS RIOS SABOR E MAÇÃS E CONSOLIDAÇÃO DO PARQUE IBÉRICO DE NATUREZA TURISMO E AVENTURA COMO ÂNCORA DA SUA VISITAÇÃO”.

PROGRAMA

 

Partilhe este conteúdo!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *