Morada: Vales de Vimioso +351 273 511 254

Archive for "Novembro, 2018"

Seminário Turismo: “A oportunidade de afirmação dos destinos inexplorados”

Especialistas, decisores públicos, empresários e empreendedores juntam-se, em Vimioso, para definir estratégias para a afirmação do Turismo em territórios de baixa densidade.

O objetivo deste seminário é encontrar estratégias que possam posicionar Vimioso, e outros territórios de baixa densidade, num patamar competitivo para atrair visitantes e turistas. Existe potencial natural, paisagístico, patrimonial, cultural e gastronómico, existem respostas de serviços de animação, restauração e alojamento mas, apesar de todos estes valores, a procura turística destes destinos ainda não despertou como seria desejável.
Nunca como agora o Turismo teve tanto impacto na economia. Segundo o Banco de Portugal, a rúbrica “Viagens e Turismo”, atingiu em 2017 um volume de receitas para o país que ultrapassou os 15 mil milhões de euros. O problema é que, também nesta matéria, as assimetrias territoriais são enormes e a presença de turistas e, consequentemente, das receitas não chegam às zonas periféricas.
No seminário que a 30 de novembro decorre em Vimioso, alguns especialistas, empresários, decisores públicos e comunicadores trazem o seu contributo, os resultados de investigações, casos práticos de sucesso e refleções sobre o tema.
Cabe ao presidente da Câmara de Vimioso, Jorge Fidalgo, revelar o potencial turístico de território que gere, desde logo o potencial natural, a biodiversidade (40% deste território está integrado na Rede Natura 2000) que sustenta o projeto Vales de Vimioso, o PINTA (Parque Ibérico de Natureza e Aventura) mas também uma enorme riqueza termal, patrimonial, cultural e gastronómica.
De destacar a participação de Antónia Correia, Diretora da Escola de Turismo e Hospitalidade da Universidade Europeia, considerada uma das 100 melhores investigadoras do mundo, que vai falar sobre empreendedorismo em zonas de baixa densidade; Alexandra Touza, consultora e formadora na área de turismo, que desenvolveu na Galiza (Espanha) o projeto “Ponle Cara al Turismo”, um caso de sucesso, que reforçando a identidade local promove o desenvolvimento, através do turismo; Vítor Pereira, consultor especialista em Smart Cities, que aborda a questão da gentrificação, um fenómeno já bem visível nas maiores cidades portuguesas, Lisboa e Porto, onde o número de turistas se torna insustentável.
Miguel Nóvoa, da Associação para o Estudo e Proteção do Gado Asinino (AEPGA), vai mostrar como trabalhar a sustentabilidade
No território há projetos implementados cujos resultados são já visíveis, como é do Parque Biológico de Vinhais, o Parque Natural Regional do Vale do Tua ou o GeoPark dos Cavaleiros. Em fase de implementação e desenvolvimento temos os Vales de Vimioso e os Lagos do Sabor. São iniciativas de valorização regional que dão um forte impulso à estratégia global que falta encontrar. Neste seminário cada um dos responsáveis pelos referidos projetos, num diálogo colaborativo e aberto, vai apresentar uma ideia de cooperação, um desafio comum, que possa trazer resultados para o todo regional.
E faltam os empresários, os empreendedores, aqueles que, na verdade, são os verdadeiros embaixadores turísticos, aqueles que recebem e prestam serviços aos turistas.
Na área da restauração e alojamento, António Gonçalves, responsável pela gestão da Pousada de Bragança e do Restaurante G, vai partilhar a sua visão de desenvolvimento; na área dos produtos da terra, Sónia Alves, gestora da marca “Squesito”, vai explicar como a inovação e a comunicação podem influenciar na valorização dos produtos endógenos.
A completar esta jornada de reflexão o seminário contempla ainda um Workshop em “Marketing e Comunicação”, desenvolvido por Ana Fragoso, consultora de comunicação, e Cátia Barreira, jornalista. É o momento de compreender como a forma como se comunica influência o sucesso dos projetos.
E há uma vertente que não pode ser esquecida: a dinamização dos eventos. O seminário encerra, precisamente, com a apresentação de um dos maiores eventos de Vimioso, a Feira de Artes Ofícios e Sabores, que decorre de 14 a 16 de dezembro.

Partilhe este conteúdo!
Ler mais

Saída de campo: Cogumelos silvestres

No próximo dia 24 de Novembro terá lugar no PINTA uma saída de campo com o objectivo de dar a conhecer a diversidade de cogumelos silvestres comestíveis. Esta saída de campo pretende lançar as bases da identificação de macrofungos bem como dar a conhecer as paisagens Outonais do Nordeste Transmontano.

 

Programa:

09:30h – Encontro de participantes nas instalações do PINTA

09:45h – Saída de campo para recolha e identificação de cogumelos silvestres

13:00h – Pausa para almoço (da responsabilidade do participante)

14:30h – Exposição e classificação dos exemplares recolhidos

16:00h – Encerramento dos trabalhos

 

Vagas limitadas a 20 inscrições.

Inscrições aqui.

 

Partilhe este conteúdo!
Ler mais

Dia da Floresta Autóctone – Vem plantar connosco!

No dia 23 de Novembro é celebrado O Dia da Floresta Autóctone. Este dia foi estabelecido para promover a importância da conservação das florestas naturais, sendo uma altura favorável, pelas condições climatéricas, para se proceder à sementeira ou plantação de árvores.
O PINTA quer celebrar esta data e propõe aos seus visitantes a participação na criação de um arboreto com espécies autóctones de interesse etnobotânico. Os visitantes terão a oportunidade de participar nas acções de plantação de árvores e arbustos, podendo aprender mais sobre a sua identificação e os seus usos.

 

Programa

23 de Novembro
14:00h Início dos trabalhos de plantação de espécies e registo de usos
16:30h Lanche convívio
17:00h Fim dos trabalhos

NOTA: Atividade Gratuita e aberta à participação de todos. Por uma questão de logística pedimos a quem tenha interesse em participar que nos contacte através de:

e-mail: geral@valesdevimioso.pt

telf. | telem. : +351 273 511 254 | +351 968 941 042

Partilhe este conteúdo!
Ler mais